segunda-feira, 20 de setembro de 2010

ADALGIZA DE SOUZA ROSADO,, ESPOSA DE DIX-SEPT ROSADO


ADALGIZA DE SOUZA ROSADO, natural de Mossoró, nascida a 7 de julho de 1919, filha de JOÃO CÂNCIO DE SOUZA(Upanema, 03/03/1890 – Mossoró, 17/6/1933), este filho de Francisco Romualdo de Souza e Joana Romualdo de Souza e de Amélia Ferreira de Souza (02/11/1895), esta filha de Pedro Ferreira Neo e e Jardelina Maria Ferreira. Maia dos seguintes filhos: Carlos Augusto de Souza Rosado (31/10/1944), casado com ex-prefeita de Mossoró, em três períodos e atual Senadora Rosalba Ciarlibe Rosado e futura governadora do Estado do Rio Grande do Norte; Isaura Amélia de Souza Rosado (09/10/1947); Carlos Alberto de Souza Rosado (23/12/1948), deputado federal em três mandatos; e Carlos Jerônimo Dix-sept Rosado (03/5/1951)

LEONILA X FERNANDES, ESPOSA DE RAFAEL FERNANDES

Leonila X Fernandes, natural de Pau dos Ferros, nascida a 23/02/1892 e falecida em 14/02/1956, filha de Francisco José Fernandes e Abigail Fernandes Maia, com os seguintes filhos: Glênio Fernandes Gurjão, casado com Alda Alvariza, pai de Rafael Neto e Maria Lorena; Marcos Fernandes Gurjão e Abigail Fernandes Gurjão Filha. Casada com DR. RAFAEL GURJÃO FERNANDES, natural de Pau dos Ferros, nascido a 24/10/1891 e falecido em 11/06/1952, filho de Abílio Fernandes Gurjão (13/07/1838 – 19/10/1917), filho de José Fernandes de Queiroz e Idalina Fernandes Gurjão; e de Maria Fernandes de Queiroz, filha de Vicente José de Queiroz e Sá, filho de Agostinho Jorge de Queiroz e Maria Gomes de Queiroz; e de Maria José do Sacramento, filha de José Fernandes de Queiroz e Sá e Margarida Gomes da Silveira

SILVINA BEZERRA DE ARAÚJO, ESPOSA DE JUVENAL LAMARTINE


Silvina Bezerra de Araújo, natural de Acari-RN, nascida a 25 de setembro de 1880, filha do coronel Silvino Bezerra de Araújo. Casou-se em 4 de dezembro de 1904, com Juvenal Lamartine de Faria (09/8/1874 – 18/4/1856) Juvenal Lamartine . Faleceu em Natal no ano de 1961.

FILHOS:

Silvino Bezerra Neto (1887 – 17/02/1969), Olavo Lamartine,

MARIA PACHECO MEIRA E SÁ, ESPOSA DE FRANCISCO SALLES MEIRA E SÁ

MARIA PACHECO MEIRA E SÁ, natural de Ceará-Mirim-RN, nascida a 2 de outubro de 1871 e faleceu no Rio de Janeiro, a 9 de outubro de 1947, filha de João Secundinho Pereira Pacheco (JAJÃO) e de Rosa Pereira Pacheco (Rosinha). Casada com Francisco de Salles Meira e Sá, natural de Sousa-PB, nascido a 29 de janeiro de 1856 e faleceu em Natal no dia 15 de dezembro de 1920, filho de Olinto José Meira (presidente da Província do Rio Grande do Norte, de 30/07/1863 a 21/8/1866) e de Maria Joaquina de Albuquerque e Sá. F

SHOPIA EUGÊNIA DE ALBUQUERQUE MARANHÃO, ESPOSA AUGUSTO TAVARES

SHOPIA EUGÊNIA DE ALBUQUERQUE MARANHÃO, natural de Natal. Casou-se em Natal, a 21 de janeiro de 1902, com Augusto Tavares de Lira (25/12/1872 – 21/12/1958)

OESTE NEWS

OESTE NEWS
A SUA ENCICLOPÉDIA DIGITAL NA WEB, COM 10 BLOGS E 711 LINKS - A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, CRIADO NO DIA 28 DE DEZEMBRO DE 2008, PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR. ACESSE TODOS OS ENDEREÇOS ELETRÔNICO E CONFIRME A VERACIDADE

Quem sou eu

Minha foto
Marilia Jullyetth Bezerra das Chagas, natural de Apodi-RN, nascida a XXIX - XI - MXM, filha de José Maria das Chagas e de Maria Eliete Bezerra das Chagas, com dois irmãos: JOTAEMESHON WHAKYSHON e JOTA JÚNIOR. ja residi nas seguintes cidades: FELIPE GUERRA, ITAÚ, RODOLFO FERNANDES, GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO e atual na cidade de Apodi. Minha primeira escola foi a Creche Municipal de Rodolfo Fernandes, em 1985, posteriormente estudei em Governador Dix-sept Rosado, na no CAIC de Apodi, Escola Estadual Ferreira Pinto em Apodi, na Escola Municipal Lourdes Mota. Conclui o ensino Médio na Escola Estadual Professor Antonio Dantas, em Apodi. No dia 4 de abril comecei o Ensino Superior, no Campus da Universidade Fderal do Rio Grande do Norte, no Campus Central, no curso de Ciências Econômicas. Gosto de estudar e de escrever. Amo a minha querida terra Apodi, porém, existem muitas coisas erradas em nossa cidade, e parece-me que quase ninguém toma a iniciativa de coibir tais erros. Quem perde é a população.